Religião traz felicidade

A religião é, na família, um maravilhoso poder. A conduta  esposo para com a esposa e dela para com ele pode ser tal que torne a vida no lar uma preparação para pertencer à família celestial. Corações cheios do amor de Cristo jamais podem estar em desarmonia. Religião é amor, e o lar cristão é aquele onde o amor reina e encontra expressão em palavras e atos de solícita bondade e gentil cortesia. A religião é necessária no lar. Só ela pode prevenir os ofensivos erros que tantas vezes amarguram a vida conjugal. Unicamente onde Cristo reina, pode haver amor profundo, verdadeiro, altruísta. Então, uma pessoa e outra se unirão, e as duas vidas se fundirão em harmonia. Anjos de Deus serão hóspedes do lar, e suas santas vigílias santificarão a relação matrimonial. Será banida a vil sensualidade. Os pensamentos serão dirigidos para Deus, no alto; a Ele ascenderá a devoção do coração. Em toda família em que Cristo habita, serão manifestados terno amor e simpatia de uns pelos outros; não um amor espasmódico expresso apenas em afetuosas carícias, mas um amor profundo e permanente.

Fonte: WHITE, Ellen G. Fundamentos do Lar Cristão. Tatuí, SP: Casa Publicadora Brasileira, 2006.